MASP

Candido Portinari

Enterro na rede, da série Retirantes, 1944-1945, 1944

  • Autor:
    Candido Portinari
  • Dados biográficos:
    Brodowski, São Paulo, Brasil, 1903-Rio de Janeiro, Brasil ,1962
  • Título:
    Enterro na rede, da série Retirantes, 1944-1945
  • Data da obra:
    1944
  • Técnica:
    Óleo sobre tela
  • Dimensões:
    180,5 x 220,7 x 2,5 cm
  • Aquisição:
    Doação Assis Chateaubriand, 1948
  • Designação:
    Pintura
  • Número de inventário:
    MASP.00325
  • Créditos da fotografia:
    Pedro Campos/ Elizabeth Kajiya/ Marcia Rizzuto (IFUSP)

TEXTOS



Entre 1944 e 1945, como em um desdobramento da Série Bíblica, Portinari cria um ciclo de cinco telas, que o artista expõe em Paris em 1946, obtendo um fervoroso comentário de Germain Bazin. As telas são assim denominadas: Criança Morta, Criança Morta, Emigrantes, Retirantes e Enterro na Rede. Delas, o Masp possui três, tendo o Musée d’Art Moderne de Paris adquirido uma das versões de Criança Morta. Embora menos audacioso que a Série Bíblica, o ciclo em questão aponta para divergentes soluções formais que vão desde um diálogo estreito com Siqueiros em Enterro na Rede, até soluções mais pessoais como Criança Morta, obra-prima da série, na qual a figura da criança atinge os extremos expressivos de Cosme Tura.

— Autoria desconhecida, 1998


Fonte: Luiz Marques (org.), Catálogo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand, São Paulo: MASP, 1998. (reedição, 2008).



Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca