MASP

German Lorca

Apartamentos ou Apartamento na Mooca ou Apartamentos, rua do Oratório, 1951

  • Autor:
    German Lorca
  • Dados biográficos:
    São Paulo, Brasil, 1922
  • Título:
    Apartamentos ou Apartamento na Mooca ou Apartamentos, rua do Oratório
  • Data da obra:
    1951
  • Técnica:
    Impressão sobre papel prata/gelatina
  • Dimensões:
    40 x 30 cm
  • Aquisição:
    Comodato MASP Foto Cine Clube Bandeirante
  • Designação:
    Fotografia
  • Número de inventário:
    C.00096
  • Créditos da fotografia:
    Eduardo Ortega

TEXTOS



A partir de 1948, German Lorca (São Paulo, 1922) integrou o Foto Cine Clube Bandeirante — FCCB, fotoclube pioneiro na fotografia experimental no Brasil, ao lado de artistas como Thomas Farkas e Geraldo de Barros. Em 1942, abriu seu próprio estúdio fotográfico, abdicando da carreira de contador. Por seus registros de cenas urbanas, especialmente do centro de São Paulo, Lorca foi o fotógrafo oficial das comemorações do IV Centenário da Cidade de São Paulo (1954). Tinha interesse pela fotografia como cena ensaiada, mas também como registro espontâneo do cotidiano. Em Apartamentos, dois meninos brincam na escada de entrada de um prédio. A escolha do ângulo oblíquo em relação à fachada do edifício e de um momento do dia em que as sombras estão acentuadas confere a essa cena aparentemente prosaica contornos rígidos e bem definidos por contrastes marcados de luz e sombra, acentuados pelo preto e branco da foto. Lorca evidencia assim as qualidades formais sóbrias da arquitetura modernista, na qual as janelas, grades e portas aparecem como losangos e retângulos. O MASP possui duas cópias da mesma imagem, com enquadramentos, históricos e impressões diferentes. Uma delas foi impressa no ano em que foi feita, em 1951, por isso é dita vintage. Ela circulou entre 1951 e 1953, e seu verso tem preciosos selos e carimbos do próprio FCCB, e de salões de fotografia no Rio de Janeiro, Espírito Santo, Milão e Springfield, nos Estados Unidos. Esta cópia, embora menor (40 x 30cm), é de fato única, e chegou ao MASP em 2014, através do comodato MASP FCCB. A outra cópia, um pouco maior (60 x 50cm), mostra um enquadramento mais aberto. Sua composição é mais equilibrada e geometrizada, pois mostra completamente a janela no canto superior esquerdo da foto, que na cópia vintage parece um tanto abruptamente cortada, possivelmente para se adequar a dimensões exigidas por regulamentos de salão. Trata-se de uma cópia feita no anos 1990, e foi doada ao museu pela Pirelli em 1997.

— Equipe curatorial MASP, 2017




Pesquise
no Acervo

Filtre sua busca